segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Companhia Suspensa estreia “Alpendre” no FID

A Companhia Suspensa se apresenta pela primeira vez no FID Fórum Internacional de Dança e estreia o espetáculo “Alpendre”, desenvolvido pelos bailarinos e pesquisadores Lourenço Marques, Patrícia Manata e Tana Guimarães. A montagem coloca em cena dois planos - chãos suspensos que se movem – usados para modificar as condições de estabilidade dos bailarinos. Alpendre aposta que uma mudança brusca nas relações entre corpo e entorno é condição onde podem surgir novos padrões de movimentos e gestos. As plataformas suspensas e móveis, junto aos corpos, implica em outras adaptações motoras do corpo que não são usuais. E, quando isso vai se dando, fica claro que a estabilidade é um esforço conjunto entre os corpos no platô e a gravidade. O espetáculo faz parte da programação do FID Território Minas e do FIDINHO, sendo apresentado para as crianças às 16h e para os adultos às 19h  dos dias 30 e 31 de outubro, sábado e domingo, no Teatro Marília. Assim como as demais apresentações do FID, a entrada será vendida a um preço simbólico de R$ 2,00 e R$ 1,00, a meia-entrada.

De acordo com os bailarinos, neste pequeno espaço, ou lugar, chamado platô, tanto a estabilidade quanto a instabilidade não são ações isoladas e individuais, mas coletivas. “Quando estamos juntos neste espaço, qualquer mínimo movimento de um provoca uma série de reorganizações nos outros", analisa Patrícia Manata. “Isto implica em uma relação de negociação intensa todo o tempo”, completa Lourenço Marques, que participou também da criação e confecção dos objetos onde juntos, os três bailarinos constroem uma dança. Tendo a medida de 2 x 2 metros, os planos quadrados sobre o qual se movem, sugerem, além da instabilidade e exiguidade de espaço, uma curiosa relação entre a ação de cada um. "Um chão suspenso, que se move, sugere já algumas relações, intenções e sentidos que abordaremos enquanto habitamos este pequeno espaço suspenso em diversas alturas”, pontua Tana Guimarães. 

"Alpendre" foi contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2010 enquanto pesquisa em dança e pelo prêmio Carequinha de Circo 2009 como projeto de criação.  Nos meses de setembro e outubro, a professora e coordenadora do curso de Comunicação das Artes do Corpo, Puc-SP, Rosa Hercoles realizou o ZAT 07 (Zona Autônoma Temporária), que integra a programação do FID, junto à Cia Suspensa e dessa maneira também contribuiu na concepção do espetáculo.

Companhia Suspensa

A Companhia Suspensa trabalha, desde sua fundação, sob dois aspectos das artes cênicas: a dança e o circo contemporâneo. O grupo desenvolve projetos de pesquisa e interseções de linguagens do movimento tanto na criação de performances e espetáculos quanto em projetos educativos. Entre as montagens estão os espetáculos “Pouco Acima” – 2004 (indicado ao prêmio Usiminas Sinparc como melhor espetáculo de dança, melhor coreografia e melhor cenografia e premiado como melhor trilha sonora) e “De Peixes e Pássaros” – 2009. Realizaram a pesquisa “Sem os Pés no Chão” (2006) com publicação homônima e o projeto educativo “Objeto de Vôo” (2008) que gerou o DVD documentário de mesmo nome. Em 2009, realizaram um projeto de residência com o grupo inglês Scarabeus, que gerou a performance colaborativa, site specific na obra do C.A.S.A. (Centro de Arte Suspensa Armatrux), sede em construção.
Dar pulso a objetos, estar suspenso, no ar, no chão, ver o mundo ao avesso; entender a relação com outro e com o espaço sob outras perspectivas: poesia, encontros, limites, vertigens, estranhezas e frustrações. Entendendo a arte como um campo aberto de possibilidades, a Companhia Suspensa trabalha sob uma perspectiva sutil e humana: movimento, pulsões, sensações, palavras, música, silêncio, corpo e imagem fazem do seu trabalho, construções cênicas que permitem leituras e percepções  diversas.

Mais informações no site: www.suspensa.com.br

Sobre o FID

Com o tema “Por uma Museologia do Corpo que Dança”, o FID Fórum Internacional de Dança chega à sua segunda etapa de 20 de outubro até 3 de novembro de 2010 com ações em diversos espaços culturais de Belo Horizonte, cumprindo sua missão de mesclar produção de conhecimento, debates, investigações e apresentações.

Desde 1996, o FID atua como fomentador cultural e traz a Belo Horizonte companhias de dança contemporânea reconhecidas no cenário internacional.  Para essa edição, as diretoras Adriana Banana, Carla Lobo e Mônica Simões preparam uma programação ainda mais especial e trazem nomes como Louise Lecavalier (Canadá), Raimund Hoghe (Alemanha)e Trisha Brown (Estados Unidos). No total o público terá acesso a 15 espetáculos em 27 apresentações de 11 companhias nacionais e internacionais.

Viabilizado através das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura, o FID 2010 é apresentado pela Petrobras; tem o patrocínio da Oi e Funarte, o apoio cultural da Caixa Econômica Federal, Globo Minas, Oi Futuro e AeC. Mais uma vez, o evento é realizado pela Atômica Artes e Joaquina Cultura;  com curadoria e diretoria artística de Adriana Banana, diretoria executiva de Carla Lobo e diretoria de planejamento e comunicação de Mônica Simões.

Mais informações no site: www.fid.com.br

Ficha Técnica “Alpendre”
Criação e coreografia:  Lourenço Marques, Patrícia Manata e Tana Guimarães
Trilla sonora: Bruno Santos
Concepção visual: Tana Guimarães
Criação e Confecção do Platô: Fernando Ancil e Lourenço Marques
Produção: Claudia Couto
Colaboracão artística: Clube Ur=Hor, Rosa Hércules e Anderson Guerra
Serviço:
Companhia Suspensa apresenta: “Alpendre”
Dias 30 e 31 de outubro, sábado e domingo, sempre às 16h e às 19h (programação do FID adulto e Fidinho para crianças)
Ingressos: R$2,00 (inteira)/ R$1,00 (meia)
Local: Teatro Marília - Avenida Alfredo Balena , 586, Bairro Funcionários
Informações: (31) 3277-6319

Informações para a imprensa Companhia Suspensa:
 Jozane Faleiro (31) 88280906 – contato@jozanefaleiro.com
Cristina Sanches (31) 8219.4488 – contato@cristinasaneches.com

Informações para a imprensa FID: Pessoa Comunicação e Relacionamento
Erika Pessoa - (31) 34857875 / 93473993 imprensa@pessoacomunicacao.com.br
Gabriel Godoy - (31) 34857875 / 88810209 imprensa@pessoacomunicacao.com.br

Nenhum comentário: