quinta-feira, 14 de abril de 2011

Amor? Novo Longa de João Jardim, estreia 15 de abril

                                                                          O mais irritante no amor é que se trata do tipo de crime que exige um cúmplice.
(Charles Baudelaire)
A premissa acima cai perfeitamente ao tema de Amor?, novo longa-metragem de João Jardim (de Janela da Alma e Pro Dia Nascer Feliz e Lixo Extraordinário). Espécie de híbrido entre documentário e ficção, Amor? é um filme, como bem define o diretor, “sobre eu você e todos nós.

O tema, e foco, de Amor? são as relações amorosas que são pautadas pela violência, seja qual a forma em que ela se apresenta. Entremeado por cenas poéticas de um mergulho no mar, um banho despretensioso, corpos que se procuram e se tocam, o filme traz relatos verdadeiros e surpreendentes quem já viveu relacionamentos em que a violência era parte de um cotidiano muitas vezes doentio e outras vezes foi a pedra de toque para o despertar de uma nova fase.

No entanto, devido à delicadeza do tema, em vez de revelar as identidades de seus entrevistados, Amor? traz atores e atrizes interpretando estes depoimentos. “São relatos muito sinceros de pessoas que viveram situações que envolvem ciúmes, culpa, paixão e poder. Até pensei em mostrar os verdadeiros personagens na tela, mas, além da privacidade de cada um, havia a privacidade do parceiro de quem falavam”, conta Jardim. “Além disso, havia também questões legais. Poderíamos ou não expor estas pessoas à esta situação? Então, optei por convidar atores. Por isso, Amor? não é um documentário. Nem ficção. É impossível de classificá-lo.”

Para viver estas pessoas, o diretor convidou um time tarimbado que ensaiou exaustivamente antes de gravar os trechos de depoimentos selecionados. A lista inclui nomes como Lilia Cabral, Eduardo Moscovis, Letícia Colin, Claudio Jaborandy, Silvia Lourenço, Fabiula Nascimento, Mariana Lima, Ângelo Antônio e Julia Lemmertz. Ao contrário do processo tradicional de pesquisa de personagem, os atores não pesquisaram sobre seus personagens. “Queria que suas atuações fossem o mais livre e despojadas de artifícios possíveis. Queria que os atores incorporassem a história como deles”, explica o diretor.

Para o processo de pesquisa e seleção dos entrevistados, Jardim contou com o trabalho de Renée Castelo Branco. A fase de pesquisas, realizada em centros, organizações e delegacias, consumiu um ano de trabalho. Foram gravadas 50 entrevistas. Destas, oito foram selecionadas para serem interpretadas pelos atores.

Siga no Twitter http://twitter.com/AMORofilme
Curta no Facebook: http://www.facebook.com/AMORofilme
Canal no Youtube: (vídeos, depoimentos e making off):  http://www.youtube.com/Amorofilme 
Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=rzkWlh3DA8I 

Nenhum comentário: