terça-feira, 13 de novembro de 2012

BAILINHO CHEGA A MINAS GERAIS

A festa mais badalada do Rio de Janeiro já tem data marcada em BH: dia 07/12, no Niágara Centro de Eventos 


A festa que sintetiza a alegria da noite carioca e que reúne em todas as suas edições gente bonita das mais variadas tribos - artistas, músicos, jornalistas, empresários, arquitetos - chega a Belo Horizonte no dia 07/12, sexta-feira, no Niágara Centro de Eventos. Idealizado pelo produtor cultural Rodrigo Penna, o Bailinho tem personalidade forte e, há cinco anos, inaugurou no Rio um novo formato de festas, que fez tanto sucesso que hoje é moda em todo o Brasil. O Bailinho é precursor de um estilo e, cada vez, conquista legiões de fãs em mais cidades brasileiras.

Cada Bailinho é um acontecimento. A cenografia, assinada por Sergio Marimba, é espetacular e durante toda a festa o público se surpreende com performances de tirar o fôlego: chuva de prata, intervenções com elementos cenográficos, distribuição de gifts, entre muitos outros mimos, que fazem do Bailinho um evento único, inesquecível. O repertório é variado e vai desde os clássicos da MPB e samba, ao eletrônico, hip hop e rock. Outra marca registrada da festa são os recortes, com frases e imagens criativas que decoram as paredes e inspiram os bailantes.
Para a edição de Belo Horizonte, além dos disputados brindes exclusivos distribuídos durante a festa, o correio do amor, uma cartomante para ler a sorte, o “Boizinho do Bailinho” – um típico ‘boi, comprado no Recife por Rodrigo das mãos de um artesão e customizado para ficar com a cara do Baile - e o projeto “obiombo”, parceria entre a ‘Bailinho Produções’ e o artista plástico paulista Nelson Muniz, que consiste em uma exposição de peças exclusivas, à venda durante a festa. A pista será comandada por Penna, ao lado do parceiro de sempre Markinhos Meskita. “No Bailinho a ordem é dançar de tudo. Afinal, música boa não tem prazo de validade”, diz Rodrigo.
O Bailinho passou por diversas cidades do país - Porto Alegre, Florianópolis, Brasília, São Paulo, Recife, Fortaleza, Salvador, Guarapari, São Luís, Campos de Jordão, Cuiabá e Paulínia. Na ‘bagagem’, 1.800 horas de música, 50 mil coroas e 70 mil camisinhas distribuídas, 1.750.000 beijos na boca, 1.340 artistas contratados, 380 mil Km percorridos e, sempre, a essência única do Baile. “A ideia é fazer de cada baile algo especial, exclusivo e precioso”, diz Rodrigo Penna.

O sucesso da festa fez com que o Bailinho se tornasse uma produtora, cujos frutos nascem das ideias de Rodrigo, em sintonia com sua sócia, Daniela Arantes: “Virei empresário graças à Dani. Não fosse ela, talvez eu ainda estivesse apenas sonhando e olhando para as estrelas. No fim das contas, a festa e a produtora se complementam, caminham juntas”, resume Penna.

Nesses cinco anos, já comandaram as carrapetas mais de 120 DJs convidados, entre personalidades do teatro, da música, do cinema, da moda e das artes, que acompanham a festa onde quer que ela vá. Além dos parceiros Markinhos Meskita e Lucio Mauro Filho, já tocaram por lá Du Moscóvis, Julia Lemmertz, Luana Piovani, Bruno Mazzeo, Lenine, Ed Motta, Rodrigo Santoro, Lobão, Isabela Capeto, Duda M, Nado Leal, Nepal, e Marina Lima. E tem mais: Marília Gabriela, Pedro Luis, Natália Lage, Sandra de Sá, Maria Paula, Zélia Duncan, Rodrigo Amarante, Thalma de Freitas, Luana Piovani, Kátia B, Adriana e João Falcão, Lobão, Dj Patife, Selton Mello, Vanessa da Mata, Gloria Menezes, Felipe Hirsch, Gringo Cárdia, Nelson Motta, Cláudio Paiva, Otto, entre muitos outros.


O nascimento - O Bailinho nasceu no restaurante Zazá Bistrô, misturando palavras, performances e música, e Rodrigo como DJ. Os amigos aprovaram e o evento acabou caindo nas graças da classe artística. A partir daí, outros convites surgiram e Rodrigo passou a tocar em diversas festas com público bem variado. Após estrear a peça “Eu Nunca Disse que Prestava”, em 2006, na qual assinou direção, produção e música, Rodrigo foi convidado por João Falcão para fazer a trilha do espetáculo “Ensina-me a viver”, em São Paulo, que gerou a participação de Gloria Menezes, estrela da montagem, como DJ do Bailinho daquele ano. A experiência foi tão marcante que Rodrigo voltou para o Rio tomado pelo desejo de transformar a festa em algo maior. Após mais duas edições o boca a boca cresceu, os convidados ilustres também, e daí para as páginas de jornal foi um pulo. O evento percorreu diversos lugares, como o Lounge 69, em Ipanema, depois estreou no Vivo Rio, no Aterro do Flamengo, até aportar no Armazém 1, do Píer Mauá, e no Espaço Franklin, centro do Rio de Janeiro. O sucesso é tanto, que hoje o Bailinho virou Bailinho corp, uma empresa de eventos com diferentes filhotes: bloquinho, arraialzinho, rockinho, além da parceria com o bloco Me Beija que eu sou Cineasta. Nesses cinco anos, o Bailinho também virou coleção de roupas, lançada em 2010, pela British Colony, e abriu suas portas para o lançamento de um novo modelo de chinelo da Rider. A festa também teve edições especiais para festejar espetáculos teatrais, como Doidas e Santas, e realizar festas de caráter beneficente, como a produzida com a Cia dos Atores, na qual toda a verba foi destinada ao grupo e o elenco de Clandestinos.

A escritora e roteirista Adriana Falcão dá ao bailinho duas definições:
1 - Acontecimento que acontece para provocar encontro, alegria, sentimento, agrados, acordes, risadas, movimento, reboliço, desejos, anseios, suspiros, suores, rubores, surpresas, arco-íris, beleza, deleite, ousadia, desvario, aceleração cardíaca, frio na barriga, trocas de olhares, arrepios, abalos, avalanches, exageros, harmonia. 2 - Lugar onde se dá amor.”


SERVIÇO:
BAILINHO
Data/horário: 07 de dezembro de 2012, sexta-feira, às 22h
Local: Niágara Centro de Eventos - Rua Douglas, 142 - Jardim Canadá 
Nova Lima/MG
Ingressos: Primeiro Lote: Feminino - R$ 140,00 (inteira) - R$ 70,00 (meia entrada) / Masculino - R$ 180,00 (inteira) - R$ 90,00 (meia entrada) – Ingressos sujeitos a término do lote.
Pontos de Venda:
Loja Leitura Megastore (BH Shopping),
FNAC (Rodovia BR 356, 3049 Loja MA 61 - Belvedere),
PONTO SHOW (Antiga Loja Ingresso Rápido 5º Avenida),
Livraria Leitura Savassi (Avenida Cristovão Colombo, 167 – Savassi)
Classificação: 18 anos
Lotação: 1500
Informações: www.bailinho.com
Vídeos: Todos os vídeos estão disponíveis no youtube do Bailinho:  http://www.youtube.com/festabailinho

Informações para a imprensa BH
AB Comunicação – Jozane Faleiro 
(31) 32611501 / 92046367 – jozane@ab.inf.br




Nenhum comentário: