sexta-feira, 11 de abril de 2014

Teatro em Movimento abre programação 2014 com “Bem-Vindo, Estranho”, protagonizado por Regina Duarte


Espetáculo é um suspense policial, gênero pouco produzido na cena teatral brasileira. Trata-se da primeira montagem mundial adaptada para o teatro de autoria da dramaturga britânica Angela Clerckin. Texto marca a estreia na direção de teatro, do diretor de cinema e TV, Murilo Pasta. De 21 a 23 de março, no Grande Teatro do Cine Brasil

Apresentado pela Vivo, através do projeto Vivo EnCena e pelo Teatro em Movimento, patrocinado pelo Instituto Unimed – BH e Itaú, montagem marca a estreia do primeiro grande espetáculo vindo de eixo Rio São Paulo no palco do grande teatro do Cine Theatro Brasil Vallourec. “Bem-Vindo, Estranho” abre a programação 2014 do projeto Teatro em Movimento. Trata-se um suspense policial britânico escrito pela dramaturga Angela Clerkin. A montagem narra a história de Jaki (Regina Duarte) e sua filha Elaine (Mariana Loureiro), que vivem às turras num claustrofóbico apartamento em Londres. Com a chegada de Joseph (Kiko Bertholini), o misterioso namorado de Elaine, a atmosfera de suspense entra em erupção. Público confere as apresentações de 21 a 23 de março - sexta, às 21h, sábado às 20h e domingo às 19h.
“Bem-Vindo, Estranho” tem sua narrativa situada em Londres e retrata a conturbada relação de Jaki e Elaine, mãe e filha de classe trabalhadora.  A dinâmica do espetáculo é ditada pela alternância de afeto e calor humano genuínos, com a maquiavélica e implacável manipulação à qual Jaki submete a filha, uma jovem advogada.  O cotidiano das duas se complica à medida que Elaine obtém a absolvição de Joseph, acusado de ter assassinado a namorada e, apaixonada por ele, o traz para viver no claustrofóbico apartamento que divide com a mãe.  Momentos de drama intenso e absorvente se alternam com pitadas de leveza, humor e


sensualidade. Em paralelo, ficam claros os jogos intrínsecos às relações humanas. Até que ponto receber um estranho em casa pode abalar uma relação de confiança? 
Com cenário do renomado J.C. Serroni e inspirado na estética noir que sugere o texto, o diretor Murilo Pasta cria uma atmosfera densa de suspense e lirismo que deságua num coquetel explosivo de desejos incontroláveis cujas consequências são devastadoras. 
Encontros Vivo EnCena
Além da estreia em São Paulo no Teatro Vivo, segue circulação com oficinas e bate-papos  focados na aproximação  do  público  com  os artistas,  em  ações que vão além do espetáculo.
Após a apresentação no dia 22 de março, os atores Regina Duarte, Kiko Bertholini e Mariana Loureiro participam da série Encontros Vivo EnCena. Com o tema “Teatro e Transformação”, o debate será mediado pelo pesquisador em gestão cultural e curador do Vivo EnCena Expedito Araujo.
Como uma ação cultural integrada, gratuita e exclusiva, com o tema “Teatro e Transformação”, pretende envolver o público da sessão do dia 22 para realizar trocas de experiências com os artistas da peça, que irão discorrer sobre como foi a composição dos personagens – que retratam a obsessão por manipulações e opressões em uma relação familiar que caracteriza nossa sociedade desde os tempos mais remotos. Baseado nas relações inerentes do fazer teatral irá proporcionar maior reflexão sobre o lugar de respeito e do afeto a individualidade, a partir do conceito de família por psicanalistas como Freud e Carl Jung assim como promover esclarecimentos para boas práticas em confronto com as tendências que a peça teatral apresenta.
Sobre o Projeto Cultural Vivo EnCena
O Vivo EnCena é uma iniciativa da Vivo que estimula o intercâmbio de projetos de artes cênicas com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento do país e da sociedade como um todo. O teatro é pensado além do espetáculo, sendo estabelecida uma rede de ações de formação de plateia, inclusão cultural e desenvolvimento profissional, compartilhando histórias inspiradoras, conceitos inovadores e ideias transformadoras no âmbito da cultura. O Vivo EnCena é realizado há dez anos e está presente em 20 estados de todo o país, além de realizar ações próprias e a curadoria do Teatro Vivo, situado na capital paulista.
Ficha Técnica
Texto: Angela Clerkin / Tradução: Kiko Bertholini / Adaptação: Regina Duarte, Murilo Pasta, Mariana Loureiro e Kiko Bertholini / Direção: Murilo Pasta / Elenco: Regina Duarte, Kiko


Bertholini, Mariana Loureiro / Iluminação: Aline Santini / Figurinista: Iraci de Jesus / Cenografia: JC Serroni / Música Original: Marcelo Pellegrini / Design Gráfico: Patrícia Cividanes / Foto e vídeo Maker: Rabi Haidar e Rudá Cabral / Criação de Beleza: Mauro Freire / Preparação Corporal: Renata Melo / Realização: Brucutu Filmes e Filet Produções Artísticas / Patrocínio Nacional: Vivo / Produção em Belo Horizonte: Rubim Produções / Realização em Belo Horizonte: Teatro em Movimento - projeto viabilizado com recursos do Instituto Unimed-BH e Itaú, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

“Bem-Vindo, Estranho”, com Regina Duarte e elenco
Duração: 80 minutos / Recomendação: 14 anos
Dias/Horários: dias 21 a 23 de março - sexta às 21h, sábado às 20h e domingo às 19h
Local: Cine Theatro Brasil Valourec – Praça 7, S/N, Centro
Ingressos: Plateia I: R$ 80,00 / Plateia II (mezanino): 70,00/ Plateia II: R$ 50,00 - Valor promocional limitado a 20% da capacidade da casa. Meia entrada válida para maiores de 60 anos e para estudantes devidamente identificados (conforme MP 2208/2001)
Informações: (31) 3201-5211


Funcionários Telefônica/Vivo e Clientes Vivo Valoriza na compra de 1 (um) ingresso, ganham outro. Necessário apresentar crachá e voucher ou fatura de consumo, respectivamente, além de documento de identificação com foto. Desconto válido somente para o titular e não cumulativo com outras promoções e/ou descontos. As bilheterias dos teatros deverão aceitar vouchers do Programa Vivo Valoriza e faturas de cota de consumo e um documento oficial com foto, assim como crachá de identificação de funcionário.

Informações para a imprensa:
AB Comunicação - (31) 3261 1501 – Jozane Faleiro - (31) 92046367 – jozane@ab.inf.br



Nenhum comentário: