terça-feira, 6 de maio de 2014

MINISTÉRIO DA CULTURA,GOVERNO DE MINAS, INSTITUTO UNIMED-BH, ITAÚ E TEATRO EM MOVIMENTO APRESENTAM “MINHA MÃE É UMA PEÇA” E “HIPERATIVO”, COM PAULO GUSTAVO

Dois dos espetáculos de maior audiência dos palcos brasileiros, que somam mais de 3 milhões de espectadores, retornam à capital mineira com a chancela do projeto Teatro em Movimento. Oportunidade de o público mineiro rever de perto este ator que levou a montagem “Minha Mãe É Uma Peça” para o cinema, sendo assistida por 4,6 milhões de pessoas, recorde do cinema nacional, em 2013. Em BH, às vésperas do Dia das Mães, dia 10 de maio, toda a família é convidada a se divertir com as façanhas de Dona Hermínia, interpretada por Paulo Gustavo. E, no dia seguinte, 11 de maio, a diversão continua com “Hiperativo”, em que, sem maquiagem ou personagem, o comediante conta situações corriqueiras do dia a dia, no Cine Theatro Brasil Vallourec


O ator Paulo Gustavo, estrela dos programas “220 Volts”, “Vai que cola” e do reality “Paulo Gustavo na estrada”, todos exibidos pelo canal Multishow, é o convidado do projeto “Teatro em Movimento” para apresentação de seus dois repertórios: “Minha Mãe é Uma Peça”, sucesso absoluto no teatro e no cinema, no qual o ator interpreta, sob a direção de João Falcão, as loucuras e complexidades banais de Dona Hermínia, uma mãe, mulher de meia idade que, com os filhos crescidos, fica em busca do que se preocupar. E o stand up “Hiperativo”, em que, sem maquiagem e com muito humor, ele narra fatos corriqueiros do cotidiano, como medos, sonhos, amores e inseguranças, com direção de Fernando Caruso. Programação mais que especial para o Dia das Mães, dias 10 e 11 de maio, respectivamente, sábado às 21h e domingo, às 19h, no Cine Theatro Brasil Vallourec.

O Teatro em Movimento, recentemente, recebeu o patrocínio do Itaú e manteve o seu fiel parceiro, o Instituto Unimed-BH. Todo o projeto é viabilizado com recursos das Leis Federal e Estadual de Incentivo à Cultura.

“Minha Mãe é Uma Peça”
Autor e intérprete da simpática Dona Hermínia, o ator Paulo Gustavo reconhece que a peça poderia ter sido escrita por qualquer brasileiro mais atento às loucuras e complexidades banais de sua própria mãe. Paulo capta, sobretudo, nos jeitos e trejeitos de Dona Hermínia, a alma dessa mulher de meia idade, aposentada e sozinha cuja maior ocupação é justamente procurar o que fazer, uma vez que seus filhos estão crescendo e não precisam mais de seus excessivos cuidados e broncas. E não há nada que ocupe mais a cabeça de uma mãe do que problemas e preocupações. É este o universo da personagem que, na falta de trabalho e romance e entre uma conversa e outra com a tia idosa, a vizinha fofoqueira e a amiga confidente, quase enfarta por causa de um tênis que o filho deixou fora do lugar.

“Simpática Dona Hermínia”? Embora a heroína seja quase desagradável, acompanhar um dia de sua enfadonha e enlouquecida rotina já é suficiente para fazer o público reconhecer na personagem suas próprias mães, tias e todo tipo de mulher mais velha que inevitavelmente passeia por nossas vidas, despertando, assim, uma empatia nossa por ela que de simpática não tem nada. O que falta em simpatia a Dona Hermínia, sobra em graça. A personagem é divertidíssima. Bom para a plateia; afinal, rir dessas mulheres é um bom modo de não enlouquecer junto com elas.
Para esse espetáculo, Paulo Gustavo, construiu ao longo do tempo, uma colagem de suas observações domésticas e vivenciais, tecendo um espectro desses humores femininos, gestos, trejeitos, falas, atitudes, achaques e ataques, numa minuciosa observação que resultou numa comédia bastante divertida, com o cuidado de não resvalar para o caricatural.
Ficha técnica – “minha mãe é uma peça”
Texto e Interpretação: Paulo Gustavo/ Direção: João Fonseca / Direção de Produção: Claudio Tizo
Cenários: Nello Marrese / Figurino:  Patrícia Muniz / Iluminação: Eduardo Nobre / Trilha Sonora: João Fonseca e Marco Novack / Programação Visual: Junia Kall / Produção Local: Rubim Projetos e Produções / Realização em Belo Horizonte: Teatro em Movimento, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

“Hiperativo”
De cara limpa, na montagem, Paulo Gustavo mostra como fazer escolhas, expressar-se, administrar todos os medos (de avião, de ficar sozinho, de perder a saúde), a convivência com as pessoas, a irritação que ela pode provocar as inevitáveis comparações, a vida afetiva na pós-modernidade com suas noitadas, buscas, caças, competições, erros, inseguranças, etc.

Hiperativo reflete sobre como é difícil administrar o mundo ao nosso redor e também administrarmo-nos no mundo. E que mundo! Cada vez mais cheio, mais quente, com mais informações, mais expectativas, medos, neuroses e paranoias.  Só mesmo sendo muito calmo ou indiferente para ficar tranquilo diante dele. Não é o caso do ator e comediante Paulo Gustavo que sobe ao palco para mostra como pode ser bem engraçado tudo isso quando visto de fora. “Se é que alguém está de fora; pois se você está vivo nesse mesmo mundo, desconfie de que não. Quem sabe você também não é um Hiperativo?”, brinca Paulo Gustavo.

FICHA TÉCNICA: HIPERATIVO
Texto e interpretação – Paulo Gustavo/ Direção – Fernando Caruso/ Cenário – Natália Lana
Figurino – Nello Marrese/ Produção – Claudio Tizo /Realização – Super Combinado Produções Artísticas LTDA/ / Produção Local: Rubim Projetos e Produções / Realização em Belo Horizonte: Teatro em Movimento, viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.


SERVIÇO:
“Minha Mãe é Uma Peça”, com Paulo Gustavo
Classificação: 12 anos - Duração: 70 minutos
Dia/Horário: dia 10 de maio, sábado às 21h

“Hiperativo”
Classificação: 12 anos - Duração: 70 minutos
Dia/Horário: dia 11 de maio, domingo às 19h

Local: Cine Theatro Brasil Vallourec – Praça 7, S/N, Centro

Ingressos: Dia 10/05 - Plateia I: R$ 90,00 – R$ 45,00 / Plateia II (mezanino): R$ 80,00 – R$ 40,00/ Plateia II: R$ 50,00 - Valor promocional limitado a 20% da capacidade da casa.

Ingressos: Dia 11/05 - Plateia I: R$ 80,00 – R$ 40,00 / Plateia II (mezanino): R$ 70,00 – R$ 35,00/ Plateia II: R$ 50,00 - Valor promocional limitado a 20% da capacidade da casa.

Meia entrada válida para maiores de 60 anos e para estudantes devidamente identificados (conforme MP 2208/2001)
Vendas: www.ingresso.com
Informações: (31) 3201-5211
www.teatroemmovimento.com.br / www.cinetheatrobrasil.com.br


Paulo Gustavo
Formado na Casa das Artes de Laranjeiras - CAL, no início de 2005. Durante o período de formação, no final de 2004, integrou o elenco da peça: “Surto”, comédia de grande sucesso de público e crítica, em que apresenta o personagem Dona Hermínia, resultando posteriormente no presente texto “Minha Mãe é uma Peça”. O Espetáculo ficou 7 anos em cartaz e já foi visto por quase 2.000.000 de espectadores. Em 2013, virou filme “MINHA MÃE É UMA PEÇA – O FILME” e bateu recorde de bilheteria, sendo o filme nacional mais visto em 2013, com um total de 4.600.000 de espectadores. Atualmente, Paulo Gustavo está à frente dos programas: “220 Volts”, “Vai que cola” e do reality “Paulo Gustavo na estrada”, todos no canal MULTISHOW.

Depoimentos
"Assistindo ao trabalho de Paulo Gustavo em cena, temos a certeza de que a comédia sempre terá sua continuidade, feita pelo talento e garra desse jovem e bom ator".  Boa sorte e MERDA! - Ney Latorraca - ator

“Paulo Gustavo é uma revelação. Um ator carismático, com perfeito domínio de corpo e tempo cênico. Seu timing é preciso e seu tempo de comédia de um ator veterano. Parabéns Paulo, vida longa ao seu talento.” - Guida Vianna - atriz                      
                                         
 “Paulo Gustavo é uma delícia de ator! Um comediante sutil e inteligente que leva o publico as gargalhadas. Fiquei fã desde a primeira vez que o vi em cena!” – Ingrid Guimarães -atriz

 “Infraturas prenuncia o surgimento de uma nova geração de autores de besteirol. É o que mostra este belo exemplar do gênero que traz um promissor autor e lança dois atores perfeitamente integrados ao espírito desta forma teatral tão carioca” – Mackesen Luiz – crítico JB




Teatro em Movimento

O projeto Teatro em Movimento, coordenado pela Rubim Produções, de Tatyana Rubim, foi criado há 13 anos, com o objetivo de descentralizar o acesso às grandes montagens do eixo Rio-São Paulo, promovendo a circulação dos mesmos para outros Estados e também pequenas cidades. Desde então, contabiliza 166 montagens, que somam mais de 498 apresentações, envolvendo cerca de 480 artistas, em 14 cidades, 27 teatros e público superior a 350 mil pessoas.

Inicialmente, atuando em Minas Gerais e seu entorno, o projeto trouxe à capital mineira e algumas cidades do interior, espetáculos com peso nacional, tendo no elenco atores como Bibi Ferreira, Thiago Lacerda, Vladimir Brichta, Cissa Guimarães, Mateus Solano, Glória Menezes, Antônio Fagundes, Nicete Bruno, Paulo Goulart, Marco Nanini, Luana Piovani, Lilia Cabral, Rodrigo Lombardi, Cláudia Raia, Marisa Orth, Renata Sorrah e muitos outros.  Dentre os espetáculos que o projeto deslocou para a capital mineira estão “Hamlet”, “Doidas e Santas”, “Esta Criança” e os premiados musicais “Gonzagão – a Lenda”, “Bibi Ferreira – Histórias e Canções”, “Farsa da Boa Preguiça”, “Beatles Num Céu de Diamantes”, “New York, New York”, etc.

O projeto também já atuou em diversos Estados brasileiros, como São Luiz (MA), Vitória (ES) e Aracajú (SE).  Em Minas Gerais, além de Belo Horizonte, o projeto atua em Nova Lima, Betim e Araxá. Os resultados do projeto vão além da inclusão das cidades na circulação das montagens. A iniciativa possibilita a formação de um espectador mais crítico e de um público mais preparado e habituado a lotar as salas dos teatros. A ideia é consolidar o hábito de ir ao teatro e fomentar a cultura das artes cênicas, por isso os espetáculos acontecem ao longo do ano e não concentrados em um curto período como nos festivais. O teatro, sendo um agente de transformação social, é capaz de atuar como um difusor de ideias e de cultura podendo ser usado como um instrumento de comunicação. Para ratificar a potencialidade de transformação social e cultural do teatro e colocar em prática os objetivos do projeto, o Teatro em Movimento ainda promove, sempre que possível, oficinas gratuitas, palestras e workshops para profissionais da área e interessados. Dessa forma, cria-se uma rede de circulação de informação fortalecendo a possibilidade de sustentabilidade do setor cultural.


Assessoria de imprensa - Jozane Faleiro
31 92046367 | 3261.1501

Nenhum comentário: