domingo, 7 de setembro de 2014

III FLIARAXÁ APOSTA NA LEITURA POR UM MUNDO MELHOR




Com o tema "Leitura Por Um Mundo Melhor”, a terceira edição do Festival Literário de Araxá traz  grandes nomes da literatura e propõe diálogos com o teatro, a música e a fotografia. De 08 a 12 de outubro de 2014

O Ministério da Cultura e o Circuito CBMM de Cultura apresentam o III Festival Literário de Araxá – Fliaraxá -, que volta à cidade com uma programação enriquecida por importantes nomes da cultura nacional. Serão quatro dias de intensa atividade, de 08 a 12 de outubro - quarta a domingo -, na Fundação Calmon Barreto.
Tendo como autor homenageado o mineiro Luiz Vilela, um dos maiores contistas e romancistas do país; e o escritor Wander Piroli (1931-2006), como patrono; o Fliaraxá traz palestras e oficinas de escritores importantes no panorama da literatura brasileira: Affonso Romano de Sant'Anna, Clóvis de Barros Filho, Eliane Brum, Evandro Affonso Ferreira, Fabrício Carpinejar, Guiomar de Grammont, Humberto Werneck, Jacques Fux, José Luiz Goldfarb, Kledir Ramil, Laura Conrado, Leila Ferreira, Luiz Ruffato, Marcelino Freire, Marcia Tiburi, Martha Gabriel, Martha Medeiros, Mary Del Priore, Mauro Ventura, Paula Pimenta, Raphael Montes, Renê Silva, Sabrina Reis, Santiago Nazarian e Zuenir Ventura.
Nesta edição, os escritores Humberto Werneck e Leo Cunha compartilham a curadoria com Afonso Borges, idealizador do Fliaraxá e do Sempre um Papo projeto de incentivo à leitura, criado há 28 anos.

Novidades do Fliaraxá
O escritor Luiz Ruffato fará o discurso de abertura, sobre o tema "Leitura Para Um Mundo Melhor", que nesta edição ocorrerá na noite do dia 8 de outubro, quarta-feira. Outras atrações especiais são uma série de leituras dramáticas e a exposição "Quartos de escrita – Retratos de Escritores em Hotéis”, trazendo pela primeira vez ao Brasil o argentino radicado na França, Daniel Mordzinski que, há 35 anos, se dedica a fotografar escritores como Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares, Ernesto Sabato, Gabriel Garcí¬a Márquez, Eduardo Galeano, Mario Vargas Llosa, Eric Hobsbawm, Nadine Gordimer e Umberto Eco, entre outros.   Serão 70 fotos que estarão expostas no Grande Hotel de Araxá.

O III Festival Literário de Araxá traz outra novidade nesta edição. Trata-se da realização do "Laboratório de Escrita Criativa", idealizado e produzido pelos escritores Marcia Tiburi e Evandro Affonso Ferreira. O projeto existe há alguns anos, em São Paulo, sempre muito concorrido e com vagas esgotadas. O Laboratório consiste em trabalhar o conto como forma literária. E, em homenagem aos 70 anos do Grande Hotel de Araxá, o Laboratório será focado em contos ambientados em hotéis. Serão escolhidos 25 aspirantes a escritores, que vão cumprir nove horas-aulas com a dupla, com o objetivo de escrever um conto que será, posteriormente, publicado em livro. Destes 25 eleitos, cinco serão convidados pelo Fliaraxá, com as despesas de alimentação e hospedagens pagas.

Uma extensa programação infantil foi elaborada, com a presença de Rúbia Mesquita, Chico dos Bonecos e apresentação do espetáculo teatral “Mania de Explicação”, baseado no livro de Adriana Falcão. Além disso, num evento preparatório, em 11 de setembro, os escritores Leo Cunha e Tino Freitas farão uma palestra-espetáculo para apresentar, para as crianças de Araxá, o mascote do Fliaraxá, que estará presente em todos os dias do Fliaraxá.
O Festival também realizará a segunda edição do Concurso Infanto-Juvenil de Redação voltado para estudantes do ensino médio das escolas públicas e privadas de Araxá. A primeira edição foi motivo de uma crônica de Humberto Werneck no jornal "Estado de S. Paulo", que transformou-se em título de seu novo livro: "Sonhos Rebobinados", obra que será lançado durante o Festival. Este ano, o prêmio será entregue pelo escritor Luiz Vilela.

O Fliaraxá também inaugura uma nova programação gráfica, com o sol em várias posições, simbolizando a significado da palavra Araxá: lugar onde o sol nasce primeiro, em tupi-guarani. Além disso, todas as redes sociais estão revigoradas e muito prestigiadas. Vale conferir o Facebook e Twitter.

Todo o Festival será gravado em vídeo e transmitido de forma simultânea, online, pela internet. Cinco debates serão selecionados e transformados em programa de televisão, a ser transmitido para todo o País, pela TV Câmara.
Uma grande livraria é montada no evento e os autores, após os debates e oficinas, conversam com o público e autografam os seus livros.

As duas edições anteriores do Fliaraxá, que homenagearam Ziraldo e Adélia Prado, reuniram cerca de 15 mil pessoas em 3 dias de atividades, cada, e mais de 20 mil livros vendidos, boa parte deles a baixo custo. Estes números consagram o Fliaraxá como uma das mais significativas ações de incentivo à leitura de Minas Gerais.

Serviço:
III Festival Literário de Araxá - Fliaraxá
Data: 09 a 12 de outubro, quinta a domingo.
Local: Fundação Cultural Calmon Barreto - Praça Arthur Bernardes, nº 10 - Centro/Araxá
Informações: 31 32611501 – http://www.fliaraxa.com.br

Informações para a imprensa:
Coordenadora de comunicação: Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br
 31 3261-1501 / 31 9204-6367

Jornalismo: Fred Silva:  fred@sempreumpapo.com.br
31 3261-1501 /



Nenhum comentário: