quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Teatro em Movimento, com o patrocínio do Itaú e em parceria com o Sesc Palladium trazem “Poema Bar” a Belo Horizonte




Em única apresentação, Alexandre Borges, acompanhado do pianista português João Vasco, encerra a comemoração do centenário de Vinicius de Moraes, com este recital visto por mais de 14 mil pessoas, no Brasil e exterior. Dia 14 de outubro, terça-feira, no Grande Teatro do Sesc Palladium, com ingressos a preços populares

O projeto Teatro em Movimento, com o patrocínio do Itaú e em parceria com o Sesc apresentam o recital “Poema Bar”, montagem que une as obras de Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa.  A leitura dramatizada dos poemas de Vinicius e Pessoa é realizada por Alexandre Borges que divide o palco com o pianista João Vasco, que toca fado e harmonias improvisadas. Aclamado pelo público de Portugal, Alemanha, França, São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro, o espetáculo presta uma homenagem ao poeta Vinicius de Moraes, no ano do centenário, comemorado em outubro de 2013 a 2014.  A montagem faz sua primeira e única apresentação no Grande Teatro do SESC Palladium, no dia 14 de outubro, terça-feira, às 20h, com ingressos a preços que variam de 20 a 40 reais.

A montagem propõe uma nova ótica sobre a obra de dois poetas que, apesar de retratarem épocas diferentes, traduzem em versos a ampla cultura de seus países. O humor ácido e as paixões de Vinicius se unem ao romantismo de Pessoa em um show para ser visto, ouvido e, sobretudo, sentido.

Sobre Poema Bar

Alexandre Borges e João Vasco desenvolveram o projeto “Poema Bar” movidos pela paixão literária que ambos nutrem por Vinicius de Moraes e Fernando Pessoa. O espetáculo estreou em julho de 2011, na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, e, posteriormente, esteve em cartaz no teatro Bühne der Kulturen, em Colônia, na Alemanha.

O público brasileiro conheceu o espetáculo em outubro de 2011, quando o grupo promoveu uma semana em comemoração aos 98 anos de Vinicius de Moraes, no Rio de Janeiro. Em novembro de 2012, “Poema Bar” estreou no Estado de São Paulo nos teatros do SESI-SP nas cidades de São José dos Campos, Sorocaba, Campinas, Itapetininga e São Paulo.

Sucesso de público na curta temporada, a montagem retornou nos palcos dos teatros do SESI-SP, em 2013, para mais uma turnê pelo interior de São Paulo e na capital. Posteriormente, o recital integrou a primeira mostra de teatro Tiradentes em Cenas - MG, apresentando pela primeira vez em praça pública, para um público de 700 pessoas.

Em junho de 2013, “Poema Bar” realizou a apresentação especial em homenagem aos 125 anos de Fernando Pessoa, no Teatro dos anônimos - Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. Intitulado “Poema Bar - Ricardo Reis” contou com várias participações espontâneas da plateia, entre elas, a atriz Julia Lemmertz e o ator português José Raposo. O heterônimo Ricardo Reis foi escolhido para a celebração por ter se exilado no Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, apresentou no Teatro Castro Alves, em Salvador - BA.

FICHA TÉCNICA

Direção artística e recitante: Alexandre Borges / Pianista e idealizador: João Vasco / Cenografia: Rogério Marcondes / Desenho de luz: Domingos Quintiliano / Produção executiva: Fábio Amaral / Produção: Candice Frederico / Produção em Belo Horizonte: Rubim Produções / Realização em Belo Horizonte: Teatro em Movimento - projeto viabilizado com recursos do Itaú, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura / e em parceria com o Sesc Palladium  

Serviço: “Poema Bar”, com Alexandre Borges

Classificação: não recomendado para menores de 12 anos -   Duração: 60 minutos

Dia/horário: 14 de outubro, terça-feira, às 20h

Local: Grande Teatro Sesc Palladium - Rua Rio de Janeiro, 1046 - Centro (estacionamento pago no local)

Ingressos: plateia I, II e III: R$ 40,00 - Meia entrada válida para maiores de 60 anos e para estudantes devidamente identificados (conforme MP 2208/2001)

Informações: Telefone:(31) 3270-8100

 

 

Informações para a imprensa:

AB Comunicação - (31) 3261 1501 – Jozane Faleiro - (31) 92046367 – jozane@ab.inf.br

 

 

Teatro em Movimento

O projeto Teatro em Movimento, coordenado pela Rubim Produções, de Tatyana Rubim, foi criado há 13 anos, com o objetivo de descentralizar o acesso às grandes montagens do eixo Rio-São Paulo, promovendo a circulação dos mesmos para outros Estados e também pequenas cidades. Desde então, contabiliza 170 montagens, que somam mais de 508 apresentações, envolvendo cerca de 493 artistas, em 14 cidades, 27 teatros e público superior a 350 mil pessoas.

 

Inicialmente, atuando em Minas Gerais e seu entorno, o projeto trouxe à capital mineira e algumas cidades do interior, espetáculos com peso nacional, tendo no elenco atores como Bibi Ferreira, Thiago Lacerda, Vladimir Brichta, Cissa Guimarães, Mateus Solano, Glória Menezes, Antônio Fagundes, Nicete Bruno, Paulo Goulart, Marco Nanini, Luana Piovani, Lilia Cabral, Rodrigo Lombardi, Cláudia Raia, Marisa Orth, Renata Sorrah, Paulo Gustavo e muitos outros.  Dentre os espetáculos que o projeto deslocou para a capital mineira estão “Hamlet”, “Doidas e Santas”, “Esta Criança” e os premiados musicais “Gonzagão – a Lenda”, “Bibi Ferreira – Histórias e Canções”, “Farsa da Boa Preguiça”, “Beatles Num Céu de Diamantes”, “New York, New York”, etc.

 

O projeto também já atuou em diversos Estados brasileiros, como São Luiz (MA), Vitória (ES) e Aracajú (SE).  Em Minas Gerais, além de Belo Horizonte, o projeto atua em Nova Lima, Betim e Araxá. Os resultados do projeto vão além da inclusão das cidades na circulação das montagens. A iniciativa possibilita a formação de um espectador mais crítico e de um público mais preparado e habituado a lotar as salas dos teatros. A ideia é consolidar o hábito de ir ao teatro e fomentar a cultura das artes cênicas, por isso os espetáculos acontecem ao longo do ano e não concentrados em um curto período como nos festivais. O teatro, sendo um agente de transformação social, é capaz de atuar como um difusor de ideias e de cultura podendo ser usado como um instrumento de comunicação. Para ratificar a potencialidade de transformação social e cultural do teatro e colocar em prática os objetivos do projeto, o Teatro em Movimento ainda promove, sempre que possível, oficinas gratuitas, palestras e workshops para profissionais da área e interessados. Dessa forma, cria-se uma rede de circulação de informação fortalecendo a possibilidade de sustentabilidade do setor cultural.

 

Nenhum comentário: