quarta-feira, 18 de março de 2015

St. Patrick’s Day pinta Belo Horizonte de verde


Celebração irlandesa promete reunir mais de 8 mil pessoas ao som de rock and roll e música celta da melhor qualidade no Parque das Mangabeiras no dia 15 de março

A expectativa em torno do evento detectada nas redes sociais – já são mais de 35 mil curtidas no facebook (https://www.facebook.com/stpatricksdaybhz) – demonstra que o St. Patrick’s Day, mais que um evento, é um movimento feito por jovens de todas as idades, antenados no que de mais agradável acontece no calendário de festas na cidade. E é nesta vibe que está sendo preparada a festa irlandesa marcada para o dia 15 de março, sábado. O evento que chega à sua 8º edição na capital mineira – e pela terceira vez é realizado no Parque das Mangabeiras – aguarda um público de cerca de 8 mil pessoas. De 13h às 22h, os participantes terão o melhor do rock and roll e música celta feita por bandas que se destacam nesse estilo e poderão ainda conhecer de perto um dos sucessos do The Voice Brasil: a bela voz de Luana Camarah e sua banda Turnê.
Outro destaque será o aclamado baixista do Barão Vermelho Rodrigo Santos, que se apresenta com sua banda Os Lenhadores. A banda mineira de reggae Manitu, sucesso sempre presente em grandes shows Brasil afora, também está sendo muito esperada pelo público. Entre os grupos já confirmados estão Classic, The Ladies – que convida Gabi Mello, The Rockers – que convida Nabor, SenSESSIONal e Cordoba. As bandas se revezarão em dois palcos, Budweiser e 98 FM/Major Lock, e um terceiro palco será dedicado a DJs. 
Nesse terceiro palco de DJs, nos intervalos, os artistas da música eletrônica não vão deixar ninguém ficar parado. Nessa hora a festa vai vibrar no ritmo dos DJs Ricardo Lock (Major Lock), On The Barrel (Surf&Rock), Víctor Sobrinho, Carlos Kroeff, Gustavo Peluzo e JP.
As camisas verdes que dão direito ao ingresso poderão ser adquiridas por R$45 (segundo lote – até o dia 12/03) e por R$55,00 (terceiro lote a partir do dia 13/03) pelo site www.centraldoseventos.com.br, ou na loja física: Rua Fernandes Tourinho 470, loja 12, Savassi, BH, telefone 3209-0505. 
Bem ao clima da festa original realizada para homenagear o padroeiro da Irlanda e replicada em dezenas de países de língua inglesa, as pessoas são convidadas a vestir-se de verde e a interagirem com a programação, que terá concursos culturais, como a escolha da melhor fantasia dentro do tema da festa. A decoração lembrará elementos do ambiente das celebrações datadas do século XVII, quando fitas verdes e trevos eram usados pelos festeiros. Na praça de alimentação, o público poderá experimentar um típico cachorro quente irlandês, entre outras iguarias daquele país, além da cerveja, atrativo que deu origem à celebração da data no mundo.
Assim como na edição anterior, em que não foram registradas ocorrências, a produção é criteriosa para garantir a qualidade da festa, mantendo a segurança do público e dos moradores da região do Mangabeiras e a preservação do patrimônio. O evento será finalizado pontualmente às 22h e seguirá as normas padrão exigidas, como brigadistas, caminhão-pipa, seguranças privados, presença da Polícia Militar, Guarda Municipal, agentes da BHTrans, orientadores de trânsito, UTI Móvel, banheiros químicos, guarda-volumes, sinalização dentro e fora do parque e palcos montados de costas para o parque, para evitar o  impacto do som.
O “St. Patrick's Day BH – 2014” é realizado pelas produtoras TF7 Eventos, MOV3 e Major Lock Bar. 
Números de 2013
O Saint Patrick’s Day de Belo Horizonte, uma das maiores, senão, a maior representação da festa irlandesa no Brasil pelo número de pessoas reunidas ano a ano, já pode ser considerado um evento fixo do calendário da capital mineira, tal a mobilização de jovens. Muitos deles, ex-intercambistas, conheceram a festa nos países onde foram estudar e se encantaram pela celebração. No ano passado, na fan page oficial do evento no facebook, registrou-se 27 mil curtidas, 26.861 confirmações de presença, 430 mil visualizações em vídeo (facebook e you tube) somando-se as quatro semanas que antecedem a festa. 

SERVIÇO
“ST. Patrick’s Day BH– 2014”
Classificação: maiores de 18 anos
Dia 15 de março, sábado, das 13h às 22h, no estacionamento do Parque das Mangabeiras
COMO ADQUIRIR O INGRESSO: A compra de uma camisa do evento, por R$55,00 (preço único- terceiro lote a partir do dia 13/03), na Central dos Eventos, dá direito a um ingresso (sujeito a disponibilidade). 
Onde comprar: Central dos Eventos, Rua Fernandes Tourinho 470, loja 12, Savassi, BH, telefone 3209-0505.
Na compra pela internet, camisa e ingresso devem ser retirados na Central dos Eventos, na Rua Fernandes Tourinho, 470, loja 12, Savassi, BH, após o recebimento do e-mail avisando que eles já estão disponíveis na loja.
Não é obrigatório o uso da camisa no dia do evento.
Não é permitida entrada com bebidas dentro do espaço do evento.
Informações: https://www.facebook.com/stpatricksdaybhz
Informações para a imprensa: Luz Comunicação
Jozane Faleiro: 31 92046367 – contato@jozanefaleiro.com
Janine Horta: 31 97434013 – imprensa@jozanefaleiro.com

St. Patrick's Day
Dia 17 de março é um dia muito importante na Irlanda - celebra-se o seu santo padroeiro. Os Irlandeses e seus descendentes nos Estados Unidos e em todo o mundo comemoram o St. Patrick's Day - Dia de São Patrício, conhecido por ter trazido a religião católica para a Irlanda. Há mais de mil anos os irlandeses consideram o dia 17 de março, suposta data da morte de St. Patrick, um dia de festa religiosa, que cai no período cristão da Quaresma (Lent), e quando as famílias irlandesas costumam ir a igreja pela manhã e comemorar durante a tarde. O Saint Patrick's Day, coloquialmente St. Paddy's Day, ou simplesmente Paddy's Day, é feriado nacional na Irlanda. St. Patrick's Day é comemorado pelo irlandês em cidades grandes e pequenas, como se fosse o nosso carnaval - podemos comparar como os "Desfiles de Carnaval de Rua". Algumas comunidades chegam até a tingir rios ou córregos de verde! As pessoas vestem-se de verde, pintam trevos no rosto, porque o trevo é o símbolo da Irlanda. St Patrick usava-o como uma metáfora para explicar o conceito da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). 
Atualmente, St. Patrick's Day é comemorado por gente de todas as origens nos Estados Unidos, Canadá e Austrália. Embora a América do Norte abrigue as maiores produções, O Dia de São Patrício é também celebrado em outros locais distantes da Irlanda, incluindo o Japão, Singapura, Rússia, Argentina e algumas cidades do Brasil. Em toda parte, as pessoas dançam, cantam e bebem "green beer" (cerveja verde) nos Irish Pubs, just having a good time and enjoying themselves!
Quem foi São Patrício?
Sabe-se que St. Patrick nasceu na Grã-Bretanha, filho de pais endinheirados, mais ou menos no final do século IV. Acredita-se que tenha morrido no dia 17 de março, por volta de 460 A.C. - daí então, a data da celebração. Até os 16 anos, ele se considerava um pagão. Nesta idade, foi sequestrado e vendido como escravo por saqueadores irlandeses. Foi durante sua captura que ele começou a se voltar para Deus.
Ele conseguiu escapar após ter sido escravizado durante 6 anos e, então, foi estudar em um mosteiro em Gauls (na região da atual França), por 12 anos. Foi quando ele soube que sua "vocação" (calling) era tentar converter todos os pagãos na Irlanda para o Cristianismo. Sendo assim, St. Patrick foi de mosteiro em mosteiro, obtendo sucesso em converter as pessoas para o Catolicismo. Os Druidas Celtas (Celtic Druids) ficaram muito insatisfeitos com ele e tentaram prendê-lo por diversas vezes, mas ele sempre conseguiu escapar. Depois de 30 anos como missionário na Irlanda, por fim ele estabeleceu-se num lugar chamado County Down, até a sua morte. A valorização atribuída à imagem deste homem não está nos detalhes históricos, mas na inspiração de um homem que conseguiu retornar ao país de origem depois de ser escravo quando criança, com o intuito de transmitir a mensagem de Cristo.
Shamrock (Trevo)
Existem muitas histórias ou fatos sobre este símbolo. Alguns dizem que St. Patrick utilizava o trevo para pregar a santíssima trindade (Holy Trinity - the Father, the Son and the Holy Ghost) aos pagãos celtas, com isso, o uso de trevos de três folhas e similares estão intimamente ligados aos festejos. Também chamado de "seamroy" pelos Celtas, era uma planta sagrada na Irlanda Antiga, pois indicava o início da primavera. No século XVII, o Shamrock tornou-se símbolo do nacionalismo irlandês emergente, visto que, como os ingleses começaram a confiscar terras irlandesas e a criar leis contra o idioma irlandês e a prática do Catolicismo, muitos irlandeses começaram a usar o trevo como um símbolo do orgulho de suas origens e para demonstrar seu desgosto para com o domínio inglês. 
Leprechaun (Duende)
Provavelmente este símbolo tenha vindo do folclore celta, que era repleto de fadas, homenzinhos pequenos e mulheres que podiam usar seus poderes mágicos para servir a Deus ou ao diabo. O nome original desta criaturinha folclórica era "lobaircin", que significa "camarada de corpo pequeno". No folclore celta, leprechauns eram almas excêntricas, responsáveis por consertarem os sapatos de outras fadas. Atualmente, é conhecido como um homem bem pequeno, de paletó e cartola verde e uma longa barba ruiva. É traiçoeiro e faz de tudo para proteger o seu tesouro, um pote de ouro que se esconde no fim do arco-íris. Entretanto, o duende nada tinha a ver com o dia religioso de St. Patrick. Em 1959, a Walt Disney Pictures lançou um filme, chamado em inglês Darby O'Gill & the Little People, que trazia a imagem de um duende simpático e alegre, bem diferente do homenzinho irritadiço do folclore irlandês, que foi logo assimilado à Irlanda em geral e ao dia de St. Patrick's.


Bandas
Luana Camarah e sua Banda Turnê
Formada em 2005, na cidade de Taubaté/SP, a Banda Turnê é composta pela vocalista Luana Camarah, o guitarrista Joziel Wagner, o baixista Bruno Ferreira e o baterista Luiz Cunha. Em 2008, foi lançado seu primeiro álbum “Siga o Sol” e vendeu mais de 50 mil cópias. Em 2010, a banda realizou mais de 200 shows. No ano seguinte, convidada a participar do concurso de talentos exibido no programa de televisão Astros do SBT, o quarteto chegou entre os oito finalistas. Em 2011, sob o título “Um Novo Caminho”, o segundo álbum foi lançado, sendo a música “No Meu Lugar” mantida em primeiro lugar na programação das rádios do interior de São Paulo e serviu de parâmetro para a trajetória de sucesso. Já em 2013, foi lançado o terceiro álbum “Maquinário”, que leva o nome da nova “tour” da banda. Foi um ano muito importante devido à participação de Luana Camarah no programa “The Voice”, da Rede Globo. Com sua excelente participação, o público rapidamente se interessou em conhecer o seu trabalho autoral. Isso refletiu, automaticamente, nos shows, que tiveram lotação máxima todas as noites, com média de quatro shows por final de semana.
Luana Camarah no The Voice:
http://tvg.globo.com/programas/the-voice-brasil/videos/t/audicoes/v/luana-camarah-e-nome-de-estrela-diz-lulu-santos-para-nova-integrante-de-seu-time/2866314/?mais_vistos=1
http://globotv.globo.com/rede-globo/the-voice-brasil/v/luana-camarah-interpreta-back-in-black-no-palco-do-the-voice-brasil/3016031/

The Ladies
Paulinha e Isadora se conheceram no colégio e resolveram, no fim de 2008, colocar em prática toda essa vontade. Paulinha, com sua linda afinação, assumiu o microfone. Isadora, com sua pegada forte, assumiu as baquetas e no ano seguinte começaram os ensaios. Foi, então, formada a banda “The Ladies”. Sem nenhum motivo específico para terem escolhido esse nome, ele caiu perfeitamente para o perfil das meninas. Em 2009 gravaram sua primeira música e então realizaram seus primeiros shows. Em Fevereiro de 2011 a The Ladies foi escolhida pela produção do show do Paramore para participar da seletiva de bandas que abririam seu show em Belo Horizonte. Assim, venceram a disputa e tocaram no dia 17 de fevereiro de 2011 no Chevrolet Hall para mais de 4.000 pessoas. Em 2012, se tornaram a banda Aposta 98FM e em 2014 lançaram seu primeiro EP ''Agora''. Intenso, marcante e único. Essa é a proposta da The Ladies.
http://www.youtube.com/watch?v=hSYzAJ5f0xo
http://www.youtube.com/watch?v=3dbhk2Nt7jE

Gabi Mello
Gabi Mello, cantora e compositora, natural de Belo Horizonte, entrou para o mundo musical quando criança. Aos 15 anos fez seu primeiro show e não parou mais. Ao longo de sua carreira, trabalhou e estudou com Clarisse Grova (Rio de Janeiro/Brasil), Cinthya Scott (EUA), Carla Cook (EUA), Silvana Malta (Brasil/Alemanha), Amanda Kapsch (Alemanha), Mara Minjoli (Alemanha), Holly Holmes (EUA), Kevin Mahogany (EUA), Max Dolabella (Belo Horizonte/Brasil), Magno Mello (Brasília/Brasil), Eugênio Mattos (Brasília/Brazil- EUA), Viviane Donner (Belo Horizonte/Brasil), Leandro Ferrari (Belo Horizonte/Brasil), entre outros. Gabi também se apresentou, com sua banda, em várias casas de shows e festivais de música por todo o país. O repertório dos shows de Gabi Mello passa por Beatles, Strokes, Nirvana, Led Zepellin, Queen, ACDC, Michael Jackson, Green Day, Offspring, Foo Fighters, Pink, entre outros clássicos.

The Rockers 
Trata-se de uma banda formada por músicos atuantes na cena de BH, que se reuniram para homenagear o Rock Nacional. Além de tocar na íntegra os discos Cabeça Dinossauro (Titãs) e Nós Vamos Invadir sua Praia (Ultraje a Rigor), a banda tem em seu repertório, hits das décadas de 80 e 90.
Nabor
Nabor Antunes tem uma pegada folk, com letras inspiradas e uma voz única. Está no circuito musical há 10 anos e vem conquistando as pessoas com um show de rock e pop bastante eclético, com repertório que passa por Beatles, Rolling Stones, entre outros.
http://www.youtube.com/watch?v=Gfdx0rr9PDs


Banda Classic
Performance, musicalidade e um repertório recheado de hits, para que o público se sinta a vontade para interagir e curtir. Está é a proposta da banda Classic. Daniel Mello (bateria), Vinícius “Cavalo Doido” (baixo) e Lucas França (guitarra) já são figuras marcadas na cena rock de Minas Gerais por sua exímia qualidade musical e fizeram parte da antiga formação da banda Velotrol. Neste novo projeto, os veteranos do rock, se juntam ao cantor, instrumentista e compositor Felipe Sabbá, que assume os vocais e a programação eletrônica da banda. Sabbá é conhecido por seu trabalho autoral, um pop cheio de influências refinadas como o jazz e o soul e já esteve presente na programação de várias rádios mineiras e festivais como o Pop Rock Brasil. O repertório é composto por clássicos das maiores bandas de rock, dos anos 70 até os dias atuais, e daí vem o nome Classic. No set list: Creedence, Rolling Stones, AC/DC, Kings of Leon, Coldplay, The Strokes, Red Hot Chilli Peppers, Foo Fighters, Foster The People, The Killers, entre outros gigantes. Formada em Abril de 2012, a banda Classic, com pouco tempo de estrada, conseguiu atingir um público bastante diversificado. Além de se apresentar nas principais casas de rock de Belo Horizonte, como Jack Rock Bar, Circus, Lord Pub e Studio Bar, a banda entrou no circuito das principais festas e boates da cidade com datas na festa Camarim, Cafe de La Musique, Na Mata Cafe, Cinco, Deputamadre, além de sua residência aos sábados no Music Sessions – Seu Bar.
http://www.youtube.com/watch?v=zNpodqKuwfs
http://www.youtube.com/watch?v=fDY8hBNWR_g

Rodrigo Santos e os Lenhadores
Rodrigo Santos é baixista do Barão Vermelho há 20 anos. Considerado um dos melhores baixista do Brasil, Rodrigo também tocou com Lobão, Léo Jaime, João Penca, Blitz e Kid Abelha, entre outros artistas. Entrou para o Barão em 1991 e fundou os Britos em 94. Ao todo, vendeu mais de 4 milhões de discos, ganhou 3 prêmios Sharp, fez a abertura de 5 shows dos Rolling Stones no Brasil, participou de 3 festivais Rock in Rio (com Lobão em 91, com Barão em 2001 e em carreira solo em 2011), participou de 4 festivais Hollywood Rock e nos últimos 32 anos fez mais de 7.000 shows. Em 2006, ganhou medalha de honra das mãos do príncipe da Inglaterra, por serviços prestados ao Reino Unido através da música com um DVD de Beatles (Os Britos Cantam Beatles), gravado quase que integralmente na Inglaterra, incluindo três shows no Cavern Club. Em 2007, após anunciadas publicamente as férias do Barão, sem previsão de volta, Rodrigo iniciou a carreira solo. Ao todo já são mais de 900 shows, 3 CDs de estúdio e um DVD “Ao Vivo Em Ipanema”, o primeiro da carreira solo, lançado em setembro de 2011. Da carreira solo já tocaram bastante em rádios pelo Brasil as músicas “Nunca Desista do Seu Amor”, “Estrangeiro”, “Não Vá”, “Você Não Entende O Que É O Amor”, “Tempos Difíceis”, “Waiting On A Friend” e o hit da novela Os 7 Pecados (Rede Globo), “Pão-Duro”. Depois de dois cds totalmente autorais que receberam muitos elogios de crítica e público – “Um Pouco Mais de Calma” (2007) e “O Diário Do Homem Invisível” (2009) – Rodrigo cria em 2010, shows em cima de uma Kombi e grava um cd em inglês, “Waiting On A Friend”, que inclui uma música inédita de Paul McCartney e outra inédita de John Lennon. No mesmo ano, o cantor monta um power trio, dá o nome de Rodrigo Santos & Lenhadores e também ganha o mercado de festas coorporativas, fazendo no momento mais de 15 shows por mês. Nos shows, Rodrigo é acompanhado por Fernando Magalhães (guitarrista do Barão Vermelho) e Kadu Menezes (ex-baterista de Kid Abelha e Lobão) – o repertório é de hits, entremeadas de músicas de sua carreira solo. Rodrigo Santos arrebentou no Rock in Rio 2011 sendo considerado o melhor show da Rock Street e um dos melhores de todos os palcos, com direito a três bis e gritos entusiasmados da platéia de: “Palco Mundo!! Palco Mundo!!”.
http://www.rodsantos.com.br/

Cordoba
Banda de Belo Horizonte que lançou, em março de 2012, o seu EP de estreia, intitulado “That's All For Now”, apresentado e elogiado por importantes críticos do cenário. Formada em 2010 por Eduardo Melo, André Lima, Carlos Braga, Tadeu Toussaint e João Paulo Vale, músicos atuantes na cena independente de Belo Horizonte, a banda traz, em seu arsenal, influências que vão desde Hot Water Music e Rise Against, a Thrice e Foo Fighters, mas sempre com uma abordagem única e própria. Em pouco mais de três anos de atividade, coleciona grandes atuações. Além das apresentações no St Patrick’s Day, importante festa de origem irlandesa realizada em BH, o Cordoba já dividiu o palco com bandas expressivas como Gloria, Bambix (Holanda) e Atlas Losing Grip (Suécia), também tendo recebido, em  2013, a indicação ao tradicional prêmio Dynamite, na categoria "Melhor Disco de Punk Rock/ Hard Core". Prestes a entrar mais uma vez em estúdio, iniciou a produção do seu primeiro disco full, que será lançado pelo selo Burning London.
http://www.cordobarock.com.br/

SenSESSIONal 
A banda SenSESSIONal, formada por grandes nomes da música "celta" no Brasil; Braia, Irish Fellas, Kernunna, Terra Celta e Tunas, transformou a Rock Street numa sensacional “roda” de música Irlandesa com canções que embalam os melhores pubs da Europa. Os rapazes queriam entrar pro Guinness ao transformar a Rock Street na maior session que o Brasil já viu.
http://www.youtube.com/watch?v=Q6Y3YObWRa0
http://www.youtube.com/watch?v=mkKB9HOvnMY&feature=share&list=PL45AB51FD604EA55E
https://soundcloud.com/alex-navar/rock-in-reel-trilha-irish-para

Manitu
A banda Manitu foi formada no final de 2001 e realizou diversos shows nos principais eventos do país, conquistando um público enorme e fiel, que sempre lota os lugares onde se apresenta, cantando suas músicas do início ao fim do show. Manitu já foi escalada para tocar nos grandes festivais do país, como o Festival de Verão de Salvador e o Pop Rock Brasil. No evento mais famoso da cena mineira, foi a banda mais votada pelo público e ainda foi convidado pelo vocalista Bernard Summer para participar no show do New Order, cantando a música “Bizarre Love Triangle”. O reggae pop do Manitu é o resultado das influências dos amigos que chegam a 2013 com intenções claras quanto ao destino da carreira e com a certeza de que é este o caminho para a continuidade de um trabalho reconhecido pelas principais rádios de Belo Horizonte e todo interior de Minas Gerais, além do Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Recife (PE),Vitória (ES) , Brasília (DF) e do sul do país.

Nenhum comentário: